Horário: Seg a Sex - 08:00 às 19:00 / Sab - 08:00 às 12:00


  Contato : (61) 3263-0833 / (61) 3263-0834 / (61) 99257-6671

Foliculite

A foliculite é a infecção dos folículos pilosos causadas por bactérias do tipo estafilococos. A invasão bacteriana pode ocorrer espontaneamente ou favorecida pelo excesso de umidade ou suor, raspagem dos pelos ou depilação.

Atinge crianças e adultos, podendo surgir em qualquer localização onde existam pelos, sendo frequente na área da barba (homens) e na virilha (mulheres).

Manifestações clínicas

Quando superficial, a doença caracteriza-se pela formação de pequenas pústulas (“bolinhas de pus”) centradas por pelo com discreta vermelhidão ao redor. Alguns casos não apresentam pus, aparecendo apenas vermelhidão ao redor dos pelos. Quando as lesões são mais profundas, formam-se lesões elevadas e avermelhadas que podem ter ponto amarelo (pus) no centro. Pode haver dor e coceira no local afetado.

Alguns tipos de foliculite tem características próprias:

  • Foliculite decalvante: neste caso o processo infeccioso leva à atrofia do pelo, deixando áreas de alopécia que se expandem com a progressão periférica da doença.
  • Foliculite da barba: localizada na área da barba, atinge homens adultos, tem característica crônica e, pela proximidade das lesões, pode formar placas avermelhadas, inflamatórias, com inúmeras pústulas e crostas.
  • Foliculite queloideana da nuca: comum em homens jovens afrodescendentes, formando lesões agrupadas que ao cicatrizar deixam cicatrizes endurecidas e queloideanas na região da nuca
  • Periporite supurativa: atinge as crianças pequenas e geralmente segue-se à miliária, com pústulas superficiais ou nódulos inflamatórios que acabam por drenar secreção purulenta.

Tratamento

O tratamento é feito com antibióticos de uso local ou sistêmico específicos para a bactéria causadora e cuidados antissépticos, além de evitar fatores predisponentes, como a depilação ou roupas sintéticas apertadas. Podem ser associados ativos tópicos calmantes, anti-inflamatórios e hidratantes, principalmente na área de foliculite de barba.

Em casos mais intensos, o uso da isotretinoína oral (Roacutan) em doses mais baixas pode propiciar um bom controle do quadro. Todavia, as lesões podem recorrer após a suspensão da medicação

A depilação a laser pode promover um resultado mais duradouro ou mesmo definitivo, principalmente na foliculite de barba, onde após a primeira sessão já se nota melhora no quadro clínico. Na clínica Monte Parnaso utilizamos o laser Fotona para depilação, associado ao gás de resfriamento, o que aumenta a segurança do tratamento. A nova ponteira em scanner do Fotona Dynamics aumenta a eficácia e velocidade do tratamento. Normalmente são realizadas de 06 a 10 sessões, com intervalos de 30 a 40 dias. Veja mais na sessão de tratamentos estéticos.