Horário: Seg a Sex - 08:00 às 19:00 / Sab - 08:00 às 12:00


  Contato : (61) 3263-0833 / (61) 3263-0834 / (61) 99257-6671

Onicomicose (Micose das Unhas)

A onicomicose (micose das unhas) é uma infecção que atinge as unhas, causada por fungos que se “alimentam” de queratina, substância que forma as unhas. As fontes de infecção podem ser o solo, animais, outras pessoas ou alicates e tesouras contaminados.

As unhas mais comumente afetadas são as dos pés, pois o ambiente úmido, escuro e aquecido, encontrado dentro dos sapatos e tênis, favorece o crescimento dos fungos. Além disso, o crescimento mais lento das unhas dos pés dificulta a eliminação da micose.

Manifestações Clínicas

  • Descolamento da borda livre: a unha descola do seu leito, geralmente iniciando pelos cantos e fica oca. Pode haver acúmulo de material sob a unha (hiperqueratose subungueal). É a forma mais frequente.
  • Espessamento e deformidade: as unhas aumentam de espessura, ficando endurecidas e grossas. Esta forma pode ser acompanhada de dor e levar ao aspecto de “unha em telha” ou “unha de gavião”.
  • Leuconíquia: manchas brancas na superfície da unha, também chamada de onicomicose branca superficial.
  • Alteração de coloração: As unhas, principalmente nas áreas descoladas, podem adquirir coloração amarelada ou esverdeada.

Prevenção

Não é possível prevenir 100%, mas alguns hábitos podem ajudar:

  • Não ande descalço em pisos constantemente úmidos (lava pés, vestiários, saunas).
  • Observe a pele e o pelo de seus animais de estimação (cães e gatos). Qualquer alteração como descamação ou falhas no pelo procure o veterinário.
  • Evite mexer com a terra sem usar luvas.
  • Use somente o seu material de manicure.
  • Evite usar calçados fechados o máximo possível. Opte pelos mais largos e ventilados.
  • Evite meias de tecido sintético, prefira as de algodão.

Tratamentos

Na maioria dos casos o tratamento das onicomicoses vai necessitar do uso associado de antifúngicos tópicos (soluções ou esmaltes) e por via oral por um tempo prolongado, habitualmente entre 3 e 6 meses. A melhora clínica demora a aparecer tendo em vista o lento crescimento das unhas dos pés.  Somente em casos iniciais e leves o tratamento pode ser realizado apenas com medicações tópicas. As recidivas são frequentes, de forma que se recomenda manter os tratamentos tópicos por período prolongado e fazer acompanhamento regular com o dermatologista.

Uma nova opção de tratamento são os lasers Nd Yag, que são particularmente indicados para pacientes que não podem fazer uso do antifúngico oral, seja porque já usam várias outras medicações ou porque possuam algum problema hepático ou renal.

O laser Spectra é um dos mais utilizados nesse tratamento, com um protocolo que associa o seu modo q switched com o modo Nd Yag de pulso longo (Spectra Mode) para o tratamento da onicomicose. O laser promove um aquecimento seletivo, levando à morte dos fungos. Normalmente são realizadas entre 4 a 6 sessões, com intervalos de 15 em 15 dias. A eficácia pode variar de 70 a 90%. O tratamento tópico pode ser usado de forma associada. Lei mais na sessão de tratamentos estéticos.