Horário: Seg a Sex - 08:00 às 19:00 / Sab - 08:00 às 12:00


  Contato : (61) 3263-0833 / (61) 3263-0834 / (61) 99257-6671

Tratamento das rugas com Toxina Botulínica – Botox®/ Dysport®

A toxina botulínica é produzida pela bactéria Clostridium botulinum e tem a ação de paralisia muscular. A sua aplicação na estética veio da percepção que em baixas doses essa substância poderia minimizar as rugas dinâmicas da face.

As rugas dinâmicas são aquelas que se formam pela repetitiva contração dos músculos localizados principalmente na face, surgindo quando a pessoa expressa um sorriso, preocupação, ansiedade etc. Como rugas dinâmicas podemos citar os pés de galinha, as rugas da testa e da glabela (região entre os supercílios). Pelos excelentes resultados obtidos, rápida aplicação e baixos riscos, a toxina botulínica se tornou um dos procedimentos estéticos mais realizados no mundo. Em aplicações avançadas pode também elevar levemente a ponta do nariz, elevar o canto da boca, amenizar as rugas periorais e atenuar linhas de tração no pescoço, as chamadas bandas platismais.

A toxina botulínica é utilizada também para o tratamento da hiperidrose axilar e palmar (suor excessivo nas axilas e nas mãos).

Apesar de ser um procedimento de menores riscos, deve ser realizado por médico especializado, preferencialmente o dermatologista. Um dos segredos da aplicação da toxina está em se buscar uma paralisia parcial e nos músculos certos, obtendo-se um resultado mais natural, buscando evitar o aspecto de “face congelada” (com pouca expressão) que se tem em caso da paralisia excessiva da musculatura. As marcas mais consagradas que dispomos no Brasil da toxina são o Dysport® e Botox®. Ambas apresentam bons resultados e período de ação semelhante (em torno de 4 a 6 meses).

A ação se inicia após 3 a 8 dias da aplicação, com efeito máximo em torno de duas semanas. A toxina botulínica é um importante arsenal no tratamento estético e que veio para ficar pelo seus bons resultados e segurança.

A dor da aplicação é tolerável. Para aliviá-la pode ser utilizado um creme anestésico nos locais da aplicação. Durante as quatro horas que se seguem ao procedimento, o paciente não pode massagear ou coçar os locais da aplicação, tampouco deitar-se. Não se deve massagear ou coçar o local, nem deitar nesse período.

Os efeitos são melhores se o paciente movimentar insistentemente os músculos tratados, franzindo ou enrugando a testa, as sobrancelhas e os olhos, de 15 em 15 minutos, por um período também de quatro horas.

Quando o Botox®/Dysport® é aplicado corretamente e com boa técnica, os riscos e complicações de sua aplicação são incomuns, mínimos e transitórios. Muito raramente ocorre discreto edema no local (inchaço), eritema (manchas avermelhadas ou roxas) e discreta dor de cabeça. Dificilmente ocorrem assimetrias e queda da pálpebra ou visão dupla; no entanto, todas essas intercorrências são temporárias e reversíveis. O procedimento não deve ser realizado em pacientes grávidas.