Homens são adeptos pela depilação a laser, visando mais conforto e menos dor

Depilação de barba, tórax e abdômen é a preferencia dos homens

Quando se fala em comodidade na depilação, o que passa pela cabeça é a depilação a laser, que é menos dolorida do que a cera, provoca menos irritação e ainda beneficia a pele, evitando a formação de foliculite e outras alergias. Com todos esses benefícios, os homens estão cada vez mais procurando esse tipo de procedimento. Ao realizar as sessões a laser, os pelos da barba diminuem de forma significativa, proporcionando conforto em não precisar mais realizar o ato de fazê-la diariamente ou dia sim dia não.

Para o médico dermatologista Dr. Luciano Morgado, com o envelhecimento, os pelos vão ficando brancos. Então, realizando as sessões antes disso ocorrer, não haverá o dissabor de possuir pelos brancos na barba. “É importante fazer o tratamento antes dos pelos brancos aparecerem, uma vez que os lasers não conseguem eliminar os pelos brancos”, orienta o especialista.

As sessões devem respeitar o período de 30 dias de intervalo entre um procedimento e outro, ou em casos específicos quando os pelos começarem a aparecer, pois é nesse momento que o laser é mais eficaz, conseguindo atingir com mais habilidade os bulbos capilares. “Pessoas que têm tendência a foliculite já começam a apresentar melhora dos sintomas nas primeiras sessões, com resultados duradouros, o que é muito mais confortável que fazer uso diário de medicações e ingerir antibióticos para controlá-la. Outras vantagens são dispensar o barbear diário e eliminar os pelos antes que eles se tornem brancos”, observa Luciano Morgado.

A quantidade de sessões necessárias para eliminar o pelo de forma definitiva depende de cada pessoa. Mas o especialista da Clínica Monte Parnaso explica que, em média são realizadas entre 6 a 10 sessões. Ele ressalta que, após isso, sessões de manutenção são realizadas esporadicamente apenas quando surgirem alguns pelos. Em algumas pessoas estas sessões de manutenção podem não ser necessárias. “Para realizar as sessões, é importante que os pelos não sejam arrancados pela raiz, senão o laser não consegue atingi-los. A pele não pode estar bronzeada durante as sessões, uma vez que isso aumenta o risco de manchas com a aplicação”, completa o médico.

Os pelos devem ser raspados um dia antes da sessão, uma vez que também não podem estar muito longos para fora da pele, pois isso aumenta o risco de queimar a pele durante a sessão.

Leave a Reply

Your email address will not be published.Required fields are marked *

Estamos reestruturando nosso site para te oferecer uma experiência ainda melhor!

Ok
X
Open chat
DRA. FABIANA DAMASCO
  • Graduação em Medicina pela Universidade de Brasília, UnB-DF – 2012
  • Residência Médica em Dermatologia Hospital Regional da Asa Norte. Brasilia-DF – 2016
  • Título de Especialista em Dermatologia pela Sociedade Brasileira de Dermatologia e pela Associação Médica Brasileira – 2016
  • Especialização em Oncologia Cutânea pela Universidade de São Paulo (HCFM-USP) e Instituto do câncer do Estado de São Paulo (ICESP) - 2017
  • Research Fellowship pela Universidade de Pittsburgh. Pittsburgh, EUA - 2018
  • Clinical Fellowship pelo Melanoma Institute of Australia e Sydney Melanoma Diagnostic Centre. Sydney, Australia - 2020
  • Membro Efetivo da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD); da Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica (SBCD), da International Dermoscopy Society (IDS).
DRA. ANA REGINA FRANCHI TRÁVOLO
  • Título de Especialista em Dermatologia pela Sociedade Brasileira de Dermatologia
  • Membro efetivo Titular da Sociedade Brasileira de Dermatologia - SBD
  • Membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica - SBCD
  • Membro da Sociedade Brasileita de Laser em Medicina e Cirurgia
  • Membro da International Association of Aesthetic Medicide
  • Graduada em Medicina pela Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto - FAMERP
  • Residência Médica em Clínica Médica e Dermatologia pela Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto - FAMERP
  • Fellow em Dermatologia e Lase pelo Hospital Ramon Cajal - Espanha.
DR. LUCIANO FERREIRA MORGADO
  • Título de Especialista em Dermatologia pela Sociedade Brasileira de Dermatologia (Aprovação em 1º Lugar)
  • Membro efetivo Titular da Sociedade Brasileira de Dermatologia - SBD
  • Membro da Sociedade Brasileira de Cirgia Dermatológica - SBCD
  • Membro da Sociedade Brasileita de Lase em Medicina e Cirurgia
  • Membro da International Association of Aesthetic Medicide
  • Graduado em Medicina pela UNB - Universidade de Brasília.
  • Residência Médica em Clínica médica e dermatologia pela Universidade Federal de Goiás - UFG
  • Pos Graduação em Cirurgia Dermatológica, Laser e Dermatologia Estética pela FM-ABC São Paulo
  • Aperfeitoçoamento em Tricologia - C. DermaHair - SP
  • Mestre pela Universidade de Brasília - UnB
  • Fellow em Cirurgia Micrográfica de Mohs no Centro de Cirurgia Micrógrafica do Rio de Janeiro / Santa casa de Misericórdia - RJ
DRA. JÚLIA KIPPERT

- Título de especialista em Dermatologia pela Sociedade Brasileira de Dermatologia;

- Membro efetivo titular da Sociedade Brasileira de Dermatologia - SBD;

- Membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica – SBCD;

- Graduada em Medicina pela Universidade Federal de Rondônia – UNIR;

- Residência Médica em Dermatologia na Universidade Estadual de Londrina - UEL;

- Especialização em Cosmiatria Dra. Bruna Bravo no Rio de Janeiro;

- Fellow em Beleza Funcional;

- Pós-graduanda em tricoses e onicoses (cabelo e unha).

DRA. BRUNA CÔRTES

Graduação em Medicina na Universidade de Brasília.

Residência médica em Dermatologia no Hospital Universitário de Brasília.

Especialista em Radioeletrocirurgia e Indução percutânea de Colágeno com Agulhas.

Especialista em Dermatoscopia Avançada e Dermatopatologia.

DRA. TAINAH DE ALMEIDA

Graduação na Universidade Católica de Brasília (UCB), Brasília - DF

Residência Médica em Dermatologia no Hospital Regional da Asa norte (HRAN), Secretaria de Estado de Saúde do Distrito Federal (SES-DF)

Especialista em Dermatologia pela Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) e Associação Médica Brasileira (AMB)

DRA. MARIANA QUEIROZ

Residência Médica em Clínica Médica pela Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo - SP

Especialização em Dermatologia pela Universidade Lusíada - Santos - SP ( Credenciada pela Sociedade Brasileira de Dermatologia - SBD)

Membro Titular da Sociedade Brasileira de Dermatologia