Jovens estão mais suscetíveis ao aparecimento de acne

O aumento dos hormônios androgênicos provoca o surgimento da acne

O aparecimento da acne ou, comumente chamada de espinhas, se dá em maior frequência na adolescência e é ocasionado devido o aumento dos hormônios androgênicos, que por sua vez aumentam as glândulas de secreção sebácea. As obstruções nos canalículos pilosebáceos por sebo e por células da parede folicular (hiperqueratinização) são a principal causa da acne. Associadamente ocorre um processo inflamatório desencadeado pelo extravasamento desse sebo na derme e pela infecção secundária pela bactéria Propionibacterium acnes.

A médica dermatologista, Ana Regina Trávolo, explica que há casos em que a alimentação também pode provocar o surgimento da acne. “Alimentos hipercalóricos podem piorar a acne em muitos pacientes. Todavia, isso é individual. Muitos pacientes não apresentam alteração na sua acne com a dieta”, observa a médica e ressalta ainda que cada paciente deve ser avaliado caso a caso.

Quando a acne não tem o cuidado adequado, pode gerar infecções mais graves, como a formação de verdadeiros nódulos com secreção purulenta na face e o surgimento de febre e mal estar.

A dermatologista diz que o tratamento mais efetivo para acne hoje é o medicamento isotretinoína, mais conhecido como Roacutan. Esse medicamento leva a uma atrofia das glândulas sebáceas e estabiliza a parede dos folículos, impedindo a sua obstrução. “O medicamento consegue curar a acne na maioria dos casos, porém podem ser utilizados também antibióticos tópicos e por via oral e medicamentos antiacneicos tópicos, como o ácido azelaico, o adapaleno, o peróxido de benzoíla e a tretinoína”, orienta a Dra. Ana Regina da Clínica Monte Parnaso.

Juntamente com o tratamento do medicamento podem ser feitas limpezas de pele para eliminar os cravos, peelings e lasers (como o Spectra) para o clareamento das manchas e a diminuição do processo inflamatório. “Após o término do tratamento, caso fiquem cicatrizes, podemos utilizar tratamentos como Laser (Dual Deep Co2), preenchimentos e microagulhamento para a correção das mesmas”, completa a médica.

Leave a Reply

Your email address will not be published.Required fields are marked *

Open chat
DRA. ANA REGINA FRANCHI TRÁVOLO
  • Título de Especialista em Dermatologia pela Sociedade Brasileira de Dermatologia
  • Membro efetivo Titular da Sociedade Brasileira de Dermatologia - SBD
  • Membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica - SBCD
  • Membro da Sociedade Brasileita de Laser em Medicina e Cirurgia
  • Membro da International Association of Aesthetic Medicide
  • Graduada em Medicina pela Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto - FAMERP
  • Residência Médica em Clínica Médica e Dermatologia pela Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto - FAMERP
  • Fellow em Dermatologia e Lase pelo Hospital Ramon Cajal - Espanha.
DR. LUCIANO FERREIRA MORGADO
  • Título de Especialista em Dermatologia pela Sociedade Brasileira de Dermatologia (Aprovação em 1º Lugar)
  • Membro efetivo Titular da Sociedade Brasileira de Dermatologia - SBD
  • Membro da Sociedade Brasileira de Cirgia Dermatológica - SBCD
  • Membro da Sociedade Brasileita de Lase em Medicina e Cirurgia
  • Membro da International Association of Aesthetic Medicide
  • Graduado em Medicina pela UNB - Universidade de Brasília.
  • Residência Médica em Clínica médica e dermatologia pela Universidade Federal de Goiás - UFG
  • Pos Graduação em Cirurgia Dermatológica, Laser e Dermatologia Estética pela FM-ABC São Paulo
  • Aperfeitoçoamento em Tricologia - C. DermaHair - SP
  • Mestre pela Universidade de Brasília - UnB
  • Fellow em Cirurgia Micrográfica de Mohs no Centro de Cirurgia Micrógrafica do Rio de Janeiro / Santa casa de Misericórdia - RJ
DRA. JÚLIA KIPPERT

- Título de especialista em Dermatologia pela Sociedade Brasileira de Dermatologia;

- Membro efetivo titular da Sociedade Brasileira de Dermatologia - SBD;

- Membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica – SBCD;

- Graduada em Medicina pela Universidade Federal de Rondônia – UNIR;

- Residência Médica em Dermatologia na Universidade Estadual de Londrina - UEL;

- Especialização em Cosmiatria Dra. Bruna Bravo no Rio de Janeiro;

- Fellow em Beleza Funcional;

- Pós-graduanda em tricoses e onicoses (cabelo e unha).

DRA. BRUNA CÔRTES

Graduação em Medicina na Universidade de Brasília.

Residência médica em Dermatologia no Hospital Universitário de Brasília.

Especialista em Radioeletrocirurgia e Indução percutânea de Colágeno com Agulhas.

Especialista em Dermatoscopia Avançada e Dermatopatologia.

DRA. TAINAH DE ALMEIDA

Graduação na Universidade Católica de Brasília (UCB), Brasília - DF

Residência Médica em Dermatologia no Hospital Regional da Asa norte (HRAN), Secretaria de Estado de Saúde do Distrito Federal (SES-DF)

Especialista em Dermatologia pela Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) e Associação Médica Brasileira (AMB)

DRA. MARIANA QUEIROZ

Residência Médica em Clínica Médica pela Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo - SP

Especialização em Dermatologia pela Universidade Lusíada - Santos - SP ( Credenciada pela Sociedade Brasileira de Dermatologia - SBD)

Membro Titular da Sociedade Brasileira de Dermatologia